Pages Navigation Menu

Como é feita a cirurgia para Astigmatismo

O astigmatismo pode ser corrigido por meio de cirurgia, que normalmente é indicada para pessoas com mais de 18 anos ou que têm o grau estabilizado. A cirurgia é feita com anestesia local e normalmente dura cerca de 20 minutos, podendo variar de acordo com o tipo de cirurgia recomendada pelo oftalmologista.

Os tipos de cirurgia para mais utilizados para astigmatismo incluem:

– Cirurgia LASIK: Nesse tipo de cirurgia é feito um corte na córnea e depois é aplicado laser diretamente sobre o olho para alterar a forma da córnea, permitindo a formação correta da imagem e evitando a sensação de duplicidade e de pouca nitidez. Normalmente a recuperação é muito boa e o ajuste do grau é muito rápido. Entenda como é feita a cirurgia LASIK.
– Cirurgia PRK: Nesse tipo de cirurgia é retirado o epitélio da córnea (parte mais superficial da córnea) com uma lâmina e aplicado laser sobre o olho. Em seguida é aplicada uma lente de contato para evitar dor no pós-operatório. O pós-operatório desta cirurgia é mais demorado e o paciente pode sentir dor, porém é uma técnica mais segura a longo prazo. Saiba mais sobre a cirurgia PRK.

Riscos da cirurgia:

Apesar de não serem muito frequentes, a cirurgia par astigmatismo apresenta alguns riscos, como por exemplo:

– Não correção total do problema, sendo necessário que a pessoa continue usando óculos ou lentes de contato;
– Sensação de olho seco devido à diminuição da lubrificação do olho, o que pode causar vermelhidão e incômodo;
– Infecção no olho, que está mais relacionada à falta de cuidado após a cirurgia.

Nos casos mais graves, pode ainda acontecer cegueira devido a infecções da córnea, no entanto, esta é uma complicação muito rara e que pode ser evitada com uso dos colírios no pós-operatório. Porém, o oftalmologista não pode garantir que não há risco de infecção.

Fonte: https://www.tuasaude.com