Pages Navigation Menu

Retinopatia diabética

retinopatia_diabeticaA diabete pode levar a problemas oculares e é atualmente uma das mais frequentes causas de baixa visão. A avaliação periódica do fundo do olho é capaz de detectar as alterações iniciais da chamada retinopatia diabética, que diagnosticadas e tratadas a tempo, podem estabilizar o sofrimento ocular preservando a visão.

Para não restar dúvidas, é importante saber:

1. A taxa de glicose (no sangue) controlada não impede o aparecimento ou progressão da retinopatia diabética, porém pode retardar em muito estes fatos.

2. Hipertensão arterial sistêmica, anemia, aumento da taxa de colesterol, triglicérides, tabagismo, alcoolismo e sedentarismo (falta de exercícios) contribuem para a progressão da retinopatia diabética.

3. Exames complementares (retinografia; angiografia; ultrassom; etc. Podem ser necessários).

4. Hábitos saudáveis de alimentação e exercícios regulares, tratamento rigoroso do diabetes e de outras doenças (a pressão arterial deve situar-se em 120×80 mmhg), além do tratamento com fotocoagulação(laser) são os recursos mais frequentemente usados;

6. Recursos cirúrgicos e outros também podem ser necessários.