Pages Navigation Menu

L

Lagoftalmo
Condição em que é impossível o encerramento completo das pálpebras sobre o globo ocular.

Lágrima
Líquido segregado pelas glândulas lacrimais e acessórias, células caliciformes, glândulas de Meibom, Zeiss e Moll com função de limpar e lubrificar os olhos.

Lágrimas artificiais
Preparado destinado a compensar a produção inadequada de lágrimas.

Lamela
Delicada lâmina de tecido. No procedimento de LASIK é realizado um corte em lamela do tecido corneano.

Laser
Dispositivo que produz um feixe de luz altamente concentrada; a palavra “laser” é um acrônimo da expressão inglesa “light amplyfication by stimulated emmission of radiation” (amplificação de luz por emissão estimulada de radiação).

Laser de Argon
Tipo de laser usado para o tratamento da retina e glaucoma principalmente.

Laser Excimer
Tipo de laser utilizado no âmbito da queratectomia fotorrefrativa (PRK) para a remoção da camada exterior da córnea.

Laser YAG
Tipo de laser usado na microcirurgia para cortar membranas.

LASIK
“Laser in situ keratomileusis”; método cirúrgico utilizado para o tratamento da miopia, astigmatismo e hipermetropia, fazendo uma lamela na córnea e aplicando Excimer Laser.

Lente bifocal
Lente de óculos com dois focos.

Lente tórica
Lente que possui dois raios de curvaturas diferentes, perpendiculares entre si; são utilizadas para a correção do astigmatismo.

Lentes de contato convencionais
Lentes de contato receitadas para o uso diário, ocasional ou flexível que requerem substituição anual.

Lentes de contato descartáveis
Lentes de substituição frequente que pode ser diária, semanal, quinzenal etc.

Lentes de contato RGP
“RGP” é abreviatura da expressão inglesa “rigid gas permeable” e significa que se tratam de lentes de contato rígidas permeáveis ao gás. As lentes são feitas a partir de um material sintético transparente e resistente à quebra, o qual pode ser facilmente adaptado à forma da córnea do doente; as lentes são mais permeáveis ao oxigênio do que as lentes rígidas inicialmente utilizadas, pelo que proporcionam maior segurança ao paciente.

Lentes diárias
Lentes para uso por um número de horas limitado ao dia.

Lente intraocular
Lente artificial inserida no olho para substituir o cristalino natural.

Limbo da córnea
O sulco pouco profundo, situado na passagem da córnea para a esclerótica; os vasos sanguíneos do limbo da córnea destinam-se à alimentação da córnea e à drenagem dos subprodutos do metabolismo do olho.

Luteína
Antioxidante presente no corpo inteiro e, de forma concentrada, também na mácula; supõe-se que a luteína contribui para proteger o olho contra lesões devido a radicais livres originados por raios solares nocivos.

Luz ultravioleta
Luz além do espectro visível, de elevada energia e que possui comprimentos de onda curtos.