Pages Navigation Menu

Como ler e entender uma receita de óculos?

Como ler e entender uma receita de óculos?

A receita de óculos pode conter termos técnicos e podem gerar muitas dúvidas. Para ajudar você a entender melhor, separamos algumas dicas importantes.

Após uma consulta ao oftalmologista, é possível que você receba uma receita para o uso de óculos. Nela, encontram-se várias siglas que talvez você não saiba o que significam. Mas não se preocupe, vamos entender juntos a receita de óculos e acabar de vez com as dúvidas.

OD e OS – Os primeiros termos que vamos explicar são OD e OS. Expressões derivadas do latim, elas significam respectivamente “Olho direito” e “Olho esquerdo”. Em latim, “oculus dexter” e “oculus sinister”.

Mesmo o latim sendo um padrão nas receitas, alguns oftalmologistas utilizam abreviações em português. Sendo assim, OD – Olho direito e OE – Olho esquerdo.

Se encontrar um “OU” significa “os dois olhos”. Em latim, “oculus uterque”.

Outros termos:

ESF (Esférico) – Nessa parte você irá encontrar o valor do grau da lente. O “esférico” significa que a correção necessária é a mesma em todo o globo ocular.

Se estiver acompanhada do sinal menos (-), significa que você tem miopia. Se tiver o sinal mais (+) ou nenhum sinal, você tem hipermetropia.

CIL (Cilíndrico) – Este é indicado se você possui astigmatismo. Diferente da esférica, neste caso, o olho apresenta um formato irregular. Com isso, sua visão possui diversos pontos focais. Dependendo do grau, sua lente pode ser mais ou menos espessa.

Eixo – A medida do eixo pode variar de 0 até 180º. Essa informação acompanha os dados sobre o astigmatismo. Sendo assim, se na sua receita estiver marcada a parte “cilíndrica”, o eixo também estará.

AD (Adição) – Conhecido como vista cansada, a presbiopia significa que você precisa de graus diferentes para enxergar corretamente. Por isso, na sua receita aparece uma adição, quer dizer que você precisa de lentes multifocais. Essas lentes permitem a visão tanto de perto quanto de longe em um único óculos.

DNP (Distância Naso-Pupilar) – Como o nome sugere, é a distância do nariz em relação a pupila. Essa medida influencia a espessura dos óculos.

É importante lembrar que as receitas de óculos têm validade entre seis meses a um ano. Depois desse período o ideal é retornar ao oftalmologista para conferir como está a saúde dos seus olhos e se prevenir contra doenças mais graves.

 

Fonte: Hospital de Olhos

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *